quarta-feira, 17 de novembro de 2010


veja,eu estou sangrando
pra aliviar sua dor
eu me mato lentamente
enquanto você estiver sorrindo
eu gasto cada gota de lágrima
que há em mim
e você nem se importa
eu sou o seu escudo
e você em troca
sulga minha alma
pare de contar comigo
não posso te esconder sob minhas asas
não é minha culpa se eu não sou normal
só me deixe ser como eu sou
não vê que eu estou me ferindo?
que a cada dia eu moro mais
já sentiu uma dor tão forte,
que lhe queimava até os ossos?
já se cortou propositalmente
mesmo sem querer morrer?
eu estou morrendo
você está me matando
mais faça isso de uma vez
não me torture por favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário