sábado, 17 de setembro de 2011


Eu acredito em vida após a morte. Não acredito que somos simples folhas soltas no universo, mas também não acho que cada um tem um destino exato a cumprir (coisa brega). Mas acho que, antes de cair por aqui, de paraquedas, podemos meio que pré-definir as coisas. O problema é que nem todo mundo tem a santa sensatez para “programar” sua existência e acaba nascendo em um lugar completamente errado. E entram em crises depressivas, ficam histéricas, sofrem de ansiedade, da porcaria toda, porque nunca se encontram em lugar algum, nunca estão satisfeitas com nada, sempre acham que falta alguma coisa. E ficam se perguntando: mas que porcaria eu estou fazendo aqui?

Um comentário:

  1. Muitas pessoas estão se afastando da essência da vida por realmente acharem que não tem nada pra fazer aqui... Mas acredito que a vida é uma infinita descoberta e que se estamos aqui é por alguma causa...

    Gostei do seu artigo!

    ResponderExcluir