domingo, 21 de novembro de 2010


Prometo me apaixonar pela mesma mulher.
Todos os dias.
Quero que os dias frios sejam calorosos,
Todos os invernos.
Quero que a chuva caia apenas para nos dois,
Todas as noites.

Prometo sorrir ate quando menos precisar,
E farei de tuas as minhas lagrimas,
No dia em que a lua não mais brilhar.

E te pertenço, assim como
as estrelas pertencem ao céu,
e as noites pertencem ao fim do dia.

E do carinho teu
Eu renascerei
todas as manhãs. . .

Nenhum comentário:

Postar um comentário